A Universidade e o Ensino Superior

A Universidade e o Ensino Superior é um ensaio cristalino e sério.Só mesmo a experiência excepcional e constante trato com o ensino superior poderiam produzir tanta reflexão explícita, em assunto tão relevante e tão relegado ao esquecimento. Ninguém, nem mesmo a sofisticação das universidades, cuida, como ciência, do preparo do professor para o cotidiano da sala de aula. Por isso, o Professor Bonifácio de Andrada ferve em ousadia e em prazer de leitura, resultado do intelectual feito para o cuidado educacional e, com desenvoltura, dialoga com Tomás de Aquino, Platão, Agostinho, com “o fazer” de Dewey, Decroly, Claparéde, Piaget e muitos outros.
Nada é esquecido, todos os ângulos são contemplados: como ensinar, o que ensinar, onde ensinar, professores, livros, debates, alunos de talento, interdisciplinaridade, transdisciplinaridade, internet e considerações sobre a globalização. Pensa-se inclusive na planetarização do ensino.
O professor Bonifácio lamenta a tecnoburocrácia, admite o “nevoeiro de informações”, os antídotos dos desembaçamentos e, como poucos – oxalá não seja uma única voz que clama no deserto -, defende e promove, intransigentemente, a autonomia da Universidade.
Só um homem público, com visão ampla e aguda de estadista, poderia criar uma entidade de ensino superior, a Universidade Presidente Antônio Carlos, que realiza a intelectualidade de seu idealizador.